Nossa História

Histórico de Itaguarí/GO

Conheça alguns dos detalhes da história de nosso município

1 – Ocupação das terras e a formação de grandes fazendas

Com a chegada dos bandeirantes a Goiás, houve uma busca incessante por regiões onde houvesse ouro e metais preciosos. Deste modo o território goiano foi sendo percorrido por aventureiros em busca de riquezas.

A região de Itaguari, por estar situada entre Jaraguá e Vila Boa, dois importantes locais de mineração de ouro e por estar, também, situada nas proximidades da trilha real (única estrada existente naquela época em Goiás) era constantemente percorrida por tropeiros e aventureiro.

localizacao_historia

A partir das últimas décadas do século XVIII, com a decadência do ouro, os mineiros, escravos e mestiços passaram a ocupar as terras próximas às regiões de garimpo, formando enormes propriedades ilegais.

Até o início do século XX esta região permaneceu com um número bastante reduzido de habitantes. Entre 1920 e 1930 chegaram várias famílias nordestinas, especialmente de baianos e se estabeleceram nas proximidades do Córrego Casa de Telhas  e Sucuri.

Durante as décadas de 1940 e 1950 chegaram à Itaguari famílias oriundas do sudoeste de Minas Gerais, sul e sudoeste de Goiás que iriam influenciar decisivamente na formação de um aglomerado urbano.

2- A formação do aglomerado urbano

No início de 1946, Pedro Procópio teve a iniciativa de criar um povoado, no município de Itaberaí. Para efetivar sua idéia resolveu consultar os fazendeiros da região e expor seu intento.

A idéia foi aceita por 7 fazendeiros (Dona Lindolfa Tereza da Cunha, Genésio Paulino de Queiroz, José Paulino de Queiroz, Pedro Vasconcelos do Couto, José Eduardo do Couto, Joaquim Alves da Costa e Salvador Vieira da Cunha) que doaram cada um deles 1 alqueire de terras para a Mitra Diocesana de Goiás com a finalidade da mesma fundar um povoado no local.

Para simbolizar a fundação do futuro povoado foi rezado um terço, ao lado de um pequeno jatobá do cerrado.

galeria_fundadores

3 – A origem e significado do nome

Não houve, inicialmente, um nome sugerido para o futuro povoado. Como a região era bonita, plana e com vegetação de cerrado baixo (campo), ficou sendo conhecida por Campestre.

Por volta de 1950, por sugestão de Hélio Caldas, prefeito de Itaberaí, genro de José Eduardo do Couto, o povoado de Campestre passou a se chamar Itaguari

Inicialmente o nome pensado, por José Eduardo foi Itariguá (ITA – de Itaberaí, RI  de Sucuri e GUÁ  de Jaraguá).

4.  A venda do povoado

No final do ano de 1966 a Mitra Diocesana de Goiás vendeu aproximadamente 6 alqueires do terreno destinado à construção do povoado, aos senhores Sebastião Ludovico de Almeida (Tãozinho), Dr. Hélio Caldas Pinheiro (ex-prefeito de Itaberaí), Sebastião Valdivino de Queiroz.

De posse do terreno, os proprietários trataram logo de reorganizar o loteamento da área, abrindo as principais ruas do povoado de Itaguari. Nesta ocasião começaram a serem vendidos os primeiros lotes.

5 – O processo de emancipação política

Com a primeira divisão do território goiano, a região onde hoje está localizado o município de Itaguari passou a pertencer ao Julgado de Vila Boa (Cidade de Goiás).

A partir de 1868, com a emancipação política de Itaberaí, uma vasta região abrangendo os atuais municípios de Itauçu, Araçu, Inhumas, Taquaral de Goiás, Heitorais e Itaguari passaram a integrar o mesmo.

Em 1963, Itaguari tornou-se distrito do Município de Taquaral de Goiás.

No ano de 1987 foi realizado um plebiscito onde a população optou por formar um novo município. Em seguida o processo de emancipação foi consolidado através da Lei n.º 10 400 de 30 de dezembro de 1987.

6 – Prefeitos e seus mandatos

Concretizando o processo de emancipação política de Itaguari, em outubro de 1988 ocorreram as eleições para prefeito e vereadores.

O resultado foi favorável a Ramiô Rodrigues que venceu as eleições com razoável vantagem de votos.

Nas eleições de 2012 saiu vitorioso das urnas o candidato Padre Agnaldo quer tomou posse em 01 de janeiro de 2013.

  • 1º mandato (01/01/1989 a 31/12/1992) – Ramiô Rodrigues.
  • 2º mandato (01/01/1993 a 31/12/1996) – Neri Ferreira.
  • 3º mandato (01/01/1997 a 31/12/2000) – Cailon Kleber Rodrigues da Silva.
  • (Agosto/1999 a Set/2000) – Maria Leonilda Flores.
  • 4º mandato (01/01/2001 a 31/12/2004) – Maria Virlene Ferreira.
  • 5º mandato (01/01/2005 a 31/12/2008) – Ronivon Braz Gontijo.
  • 6º mandato (01/01/2009 a 31/12/2012) – Ronivon Braz Gontijo.
  • 7º mandato (01/01/2013 a 31/12/2016) – Agnaldo Divino Gonzaga.
  • 8º mandato (01/01/2017 a 31/12/2020) – Adelino Souza Aquino
galeria_prefeitos

Galeria de Vereadores

vereadores_itaguari

Bibliografia

História de Itaguari: de  Campestre a capital da moda íntima / Joaquim Marques Cardoso, José Eduardo do Couto Neto, Osmar José Jerônimo Neto. Goiânia: Scala Editora, 2013.