Cidade de Goiás comemora 15 anos de patrimônio mundial

4

Em evento, Iphan entrega quatro obras de revitalização do PAC Cidades Históricas. Uma delas, do Mercado Municipal

Moradores, autoridades e turistas da Cidade de Goiás (GO), também conhecida como Goiás Velho, se reuniram nesta quinta-feira para comemorar 15 anos desde que o município ganhou título de Patrimônio Mundial.

Em meio às festividades, foi entregue a obra de revitalização do Mercado Municipal, que teve sistemas elétricos e hidrossanitários revisados. O projeto recebeu investimento de R$ 10 milhões do PAC Cidades Históricas.

A festa contou com o som da orquestra filarmônica de Goiás e declamações de poemas da escritora Cora Coralina, nascida na cidade.

A presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa, compareceu ao evento e lembra os benefícios que o investimento do PAC cidades históricas traz à cidade.

“O PAC vai além da preservação do patrimônio e proporciona incentivos, qualidade de vida, alavanca relações sociais e contribui para geração de emprego e renda”, apontou.

Segundo Kátia, o Mercado Municipal é um “claro exemplo” de que investir no patrimônio é essencial para fortalecer políticas públicas de desenvolvimento social e econômico.

“Esse tipo de investimento reforça o sentimento de pertencimento dos brasileiros em relação aos bens culturais”, defendeu a presidente do Iphan. O mercado municipal é uma das seis obras em que se investiram de cerca de R$ 28 milhões do PAC Cidades Históricas na cidade.

Foram entregues outras três obras de revitalização (ponte da Cambaúba, Arquivo Diocesano Dom Tomás Balduíno e Casarão da Escola de Artes Veiga Valle), e mais duas estão em andamento (restauração do Cine Teatro São Joaquim e sede da Prefeitura Municipal).

A prefeita da cidade, Selma Bastos, enaltece a parceria entre a prefeitura, o Iphan e o governo estadual, e destaca a importância do mercado. “Com a inauguração do mercado, em 1926, criou-se a infraestrutura comercial, constituiu-se um polo de trocas e um espaço central de reuniões”, conta.

Patrimônio Mundial

O conjunto arquitetônico, paisagístico e urbanístico do Centro Histórico de Goiás foi tombado pelo Iphan em 1978. O reconhecimento como Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) veio em 16 de dezembro de 2001.

Presente à cerimônia, a coordenadora de Cultura da Unesco, Patrícia Reis, lembrou que a cidade de Goiás é um dos 1.052 patrimônios “de excepcional valor universal” e afirmou que a cidade cumpre com as estratégias da Convenção do Patrimônio Mundial, que dizem respeito a credibilidade, capacitação dos gestores, conservação, comunicação e relação com a comunidade.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Cultura

The evidence pay someone to write my essay using EssayDragon should be relevant enough and supported by illustrations, examples, facts and data tables.